AS VANTAGENS DE TER DIVERSIDADE NA EMPRESA

Kimberly Gabriele Mazetto

(Na imagem vemos dois homens e duas mulheres, todos de etnias diferentes, segurando recortes de balões de fala coloridos)

Vivemos em uma sociedade em que a diversidade é essencial, apesar de fortemente reforçado por campanhas atualmente, dentro de empresas já é um assunto antigo, mas ainda vemos a maioria dos cargos de governança nas empresas serem preenchidas por homens brancos.

Não há nenhuma lei, além da de 30% de mulheres, que se oponha, assim continuamos a ver as vagas sendo preenchidas pelos mesmos perfis.

A falta de diversidade pode trazer problemas para a empresa e pode demonstrar que ela pode não atuar da maneira mais efetiva do mercado, com isso em mente não se deve pensar na diversidade como algo a ser imposto, pois mostra muito da ética da empresa. 

Pessoas de diferentes origens, crenças, etnias, classes sociais, entre outros, quando parte de um mesmo propósito, podem compartilhar idéias e visões tão diferentes e encontrar soluções que não seriam possíveis se todos tivessem vivências parecidas, nas empresas que demonstram diversidade a existência de conflitos são 50% menor que em outras organizações. 

Pessoas de diferentes origens, crenças, etnias, classes sociais, entre outros, quando parte de um mesmo propósito, podem compartilhar idéias e visões tão diferentes e encontrar soluções que não seriam possíveis se todos tivessem vivências parecidas…

A diversidade começa com uma mudança da cultura da empresa e seus valores, os processos de seleção devem ser reformulados, excluindo como eliminatório idade, gênero, padrão estético e físico, e deve se promover a diversidade entre os funcionários. 

Vale lembrar que só aparentar diversidade não basta, ou seja, não basta cumprir apenas os números com uma postura apenas legalista como o site santander negócios expressa “essa é mais uma faceta da cultura frouxa promovida pelo impulso de seguir a lei cegamente. 

Mas a verdade é que diversidade é mais do que simplesmente acenar a cabeça para uma tabela preenchida em 30% por mulheres. A diversidade real deve permitir que esses indivíduos expressam suas diferenças”

Rolar para o topo