10 Dicas de segurança contra Incêndio no seu estabelecimento

Bianca Fátima Araujo Bim

É essencial, para um estabelecimento, seja de trabalho, público, comercial ou até mesmo um prédio, saber e estar certo de que há uma Segurança contra Incêndio sendo utilizada naquele local. É importante a preocupação com a saúde, proteção e bem-estar das pessoas que tiverem acesso ao local. Caso o estabelecimento não siga as recomendações, é possível que isso cause problemas associados à legislação.

Para alguns locais, principalmente públicos ou com muita movimentação de pessoas, é obrigatório um documento oficial do corpo de bombeiros, assegurando a segurança contra incêndio, chamado AVCB. Explicaremos melhor esse documento mais pra frente. Sobre a prevenção de incêndios, a Norma Regulamentadora 23 (NR 23) estabelece as condições de segurança dentro do ambiente relacionadas ao combate e prevenção de ocorrências.

Logo, para prevenir esse tipo de situação, daremos algumas dicas de Segurança contra Incêndio. Assim,  além da aprovação do documento, você saiba como deixar seu estabelecimento ainda mais seguro. Basta seguir essas dicas:

10 Dicas de Segurança contra Incêndio

 

1. Realize manutenções periódicas nas instalações elétricas: os quadros de distribuição protegem o estabelecimento contra incêndios e evitam problemas elétricos. Só serão eficientes se estiverem em boas condições e com a fiação correta. É importante prestar atenção nisso já que a maioria dos incêndios elétricos é causado por tomadas elétricas defeituosas e aparelhos antigos e desatualizados. Veja alguns dos benefícios aqui.

 

2. Faça inspeções regularmente para verificação dos sistemas de combate a incêndio: esteja certo de que os equipamentos e instalações estejam em perfeito estado de operação para atender a situações de emergência. De modo a possibilitar o salvamento de vidas e a retirada das pessoas que podem estar em risco em casos de incêndio.

 

3. Instale os extintores de incêndio sempre em locais de fácil acesso: locais que são difíceis de alcançar ou muito escondidos, dificultam o alcance em caso de uma emergência. Procure instalar em lugares expostos para que as pessoas lembrem onde podem encontrá-los em uma situação de incêndio.

 

4. Siga corretamente as medidas de prevenção previstas na NR 23: legislação que se refere às medidas de segurança contra incêndio. Uma das cláusulas dessa Norma, diz que as aberturas, saídas e vias de passagem, devem ser claramente assinaladas por meio de placas ou sinais luminosos, indicando a direção da saída.

 

5. Mantenha o ambiente sempre limpo e organizado: se não houver placas, sinalização, extintores em locais expostos ou número suficiente de saídas de emergência, seu estabelecimento será perigoso em caso de incêndio.

 

ambiente com segurança contra incêndio

 

6. Tenha trabalhadores treinados para prevenção e combate a incêndio: um profissional bem treinado sabe  agir diante dessas situações e consegue fazer a prestação de socorro quando necessário. Pois são eles que costumam realizar os primeiros socorros até que um especialista da saúde chegue ao local.

Sempre é bom ter um programa de treinamento visando a segurança contra incêndio para que todos se sintam preparados e saibam o que fazer caso essa situação aconteça. Um treinamento de combate de incêndios pode ensinar, por exemplo:

– A forma correta de utilizar os extintores;

– Como evacuar o prédio;

– Como deixar os envolvidos calmos e tranquilos;

– Como ajudar as pessoas que têm dificuldades para se locomover;

– Cuidados básicos para acabar com o fogo;

– Os tipos e classes de incêndio;

– Qual modelo de extintor é o mais indicado para cada situação;

– Todos os procedimentos que devem ser exercidos.

 

7. Fique atento aos locais certos e permitidos para fumar: além de ser desagradável para os não fumantes, fumar em locais que não são permitidos pode acionar um alarme de incêndio, provocando um falso alerta. Isso pode tirar credibilidade ou confundir as pessoas presentes no local. O alarme só deve ser acionado em caso real de emergência.

 

8. Evite sobrecarregar as tomadas para que não haja curto-circuito:  muitos fios ligados em uma só tomada podem gerar uma sobrecarga no circuito elétrico, há maneiras de evitar um incêndio por conta de instalações elétricas.

 

9. Deixe produtos inflamáveis em locais onde não haja fonte de calor: para manter uma segurança contra incêndio, saber que produtos como álcool, gasolina, acetona e algumas colas “de contato” são inflamáveis. Portanto, ter mais atenção e tomar cuidado para não deixar esses produtos perto de aparelhos que produzam chamas, faíscas ou de superfícies aquecidas (dependendo da lâmpada, isso pode acontecer!).

 

Depois de usar este tipo de produto, tome os seguintes cuidados:

  • Guarde em um ambiente livre de fogo e longe de coisas como jornais, revistas, papelão, materiais e “tecidos” sintéticos, roupas velhas e em desuso, pois são facilmente inflamáveis;
  • Não ponha recipientes vazios no fogo;
  • Caso você tenha o hábito (incorreto) de queimar lixo no quintal de casa, procure reciclá-los ou descartá-los nos locais previstos para esse fim;
  • Evite perfurar, cortar ou soldar o recipiente de um produto, mesmo que esteja vazio;
  • Nunca descarte produtos combustíveis, inflamáveis ou químicos no esgoto da sua casa e em bocas de lobo. Estes produtos ficarão acumulados em algum ponto e poderão gerar vapores e líquidos que podem, em algum momento, ter contato com alguma fonte de calor, fogo ou brasa, ocasionando incêndios e explosões;
  • Nunca fumar ao manusear líquidos inflamáveis ou combustíveis.

 

10. Mantenha sempre os ambientes ventilados: é muito comum pessoas deixarem o fogão ligado ou até mesmo, em casas que tem lareira, deixarem acesa e irem dormir. O problema disso é se todas as janelas estiverem fechadas. Pois, além de um incêndio, isso também pode causar asfixia nas pessoas fechadas naquele ambiente. Deixar o gás do fogão ligado, pode causar uma explosão com qualquer mínima faísca que entrar em contato com o gás.

Homem assinando o documento de AVCB para garantir a segurança contra incêndio.

Muitos estabelecimentos, principalmente públicos, exigem um documento de segurança contra incêndio chamado AVCB. O AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) é um documento emitido pelo órgão de bombeiros. Ele informa que o local foi vistoriado e atesta que o condomínio ou estabelecimento está em dia com as suas obrigações de segurança contra incêndios. Por isso, é muito importante e essencial para qualquer tipo de construção.

Empresas devem ficar atentas, pois são obrigadas a ter esse aval para obter licença de funcionamento. Além disso, o documento é exigido para empreendimentos comerciais, industriais e residenciais, entre eles: mercados, igrejas, lojas, escritórios, hotéis, postos de combustíveis, clubes, casas de show e edificações de mais de uma residência.

Para todos esses locais, é obrigatório, e sem discussões, que esse documento seja assinado. Mas também é indicado para quem quer proteger seu espaço e todos que o frequentam. Também para aqueles que desejam possuir saídas de emergência e extintores bem localizados, possuem um estabelecimento que não está aprovado pelo Corpo de bombeiros ou desejam manter o funcionamento de seu negócio.

Os benefícios de assinar esse documento são muitos, como: evitar multas, garantir a licença de funcionários, trazer segurança e atestar que a edificação está adequada às normas de segurança contra incêndio. Quando necessitar do seguro por incêndio, esse comprovante será cobrado, e sem ele, a seguradora poderá se negar a pagar pelo ocorrido.

Vale lembrar também, que a ausência do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros pode fazer com que o seu estabelecimento seja interditado ou leve multas, prejudicando as suas finanças.

Para as microempresas, os estabelecimentos de pequeno porte e os microempreendedores individuais, o documento para a regularização dos estabelecimentos é simplificado e requer menos obrigações. Já as edificações residenciais e moradias, não precisam ter essa licença, por isso, devem ficar ainda mais atentas às dicas que passamos.

Banner newsletter

Quem somos

Empresa Júnior desde 2011 atuando no mercado profissional com qualidade e capacidade de realizar projetos com alta performance e atender as necessidades de nossos clientes.

Horário de funcionamento

Segunda a sexta
10:00 – 18:00

Telefone

(15) 99615-4524

Acompanhe-nos

Rolar para o topo
Mande uma mensagem!
1
Conte como podemos te ajudar!
Olá!
Fale com a EJEM pelo Whatsapp e faça seu orçamento agora!