Como realizar a gestão da sua empresa?

COMO A GESTÃO EMPRESARIAL PODE AJUDAR A SUA EMPRESA?​

Victor Pilat

A Pesquisa Demográfica de Empresas, divulgada pelo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) no final do ano passado, revelou que o país registra mais empresas fechando do que abrindo – e que esse é um movimento que se repete há três anos. Porém você pode estar se perguntando: “Mas o que isso tem a ver com Gestão Empresarial?”. Podemos dizer que tem TUDO a ver. 

Em uma pesquisa feita pelo Sebrae, dos motivos que existem para as empresas estarem fechando suas portas, a deficiência na gestão empresarial está no topo do ranking.

O gestor é aquele que fica encarregado de fazer frente aos desafios diários e inúmeros. Por isso, temos algumas ferramentas que ajudarão essa pessoa a conseguir moldar um planejamento para chegar nos resultados esperados.

Basicamente, para uma boa e plena Gestão Empresarial, é necessário, primeiramente, um planejamento.

É imprescindível que a empresa saiba onde está no mercado atual e que tenha metas e objetivos a bater, os quais devem ser muito bem definidos a partir de um Planejamento Estratégico baseado em Indicadores de Desempenho – como o de produtividade, lucratividade, clima organizacional, entre outros. 

 Mais de 75% das organizações brasileiras não vinculam incentivos e remuneração à estratégia e isso causa desentendimentos e menos produtividade por parte dos membros.

Nessa fase, podemos utilizar a Análise SWOT, que vai mostrar as forças (ampliam a competitividade) e fraquezas (resultam em prejuízos e menos vendas), as oportunidades (perspectivas do mercado) e ameaças (problemas a enfrentar com concorrência).  

Após entender onde estamos e os recursos que temos, podemos definir os objetivos da empresa, deixando isso claro a todos da organização. Um dos grandes problemas de uma Gestão de Empresas é o fato de o nível operacional não compreender a visão de futuro das suas próprias organizações e isso ocorre em 95% delas. 

Depois disso, é necessário a tecnologia, que vai conectar as áreas da empresa, compartilhando uma série de informações para análises de desempenho, o que deve ser feito a todo momento. Isso é um fato constante das empresas, as quais acabam não priorizando o alinhamento organizacional, o qual é essencial para que as áreas possam entregar resultados.

Posteriormente, temos a parte de qualificação profissional, a qual é encontrada nos membros contratados. É necessário montar um time talentoso, o qual você possa confiar e sabe que vai entregar bons resultados. Você deve estar preparado também para lidar com certos problemas relacionados a isso, oferecendo treinamentos e capacitação a membros que precisem. 

Além disso, o gestor precisa deixar bem claro os incentivos e remuneração vinculados à estratégia, uma vez que é extremamente importante que seus membros estejam engajados. Mais de 75% das organizações brasileiras não vinculam incentivos e remuneração à estratégia e isso causa desentendimentos e menos produtividade por parte dos membros.

Rolar para o topo