COMO ABRIR UMA FRANQUIA?

Caio de Moura Ferraz

Como abrir uma franquia de sucesso?

O primeiro passo para abrir uma franquia de sucesso é escolher o negócio certo. Autoavaliação, análise do mercado atual, disponibilidade financeira, e principalmente, paciência, são os fatores analíticos primordiais para a escolha da franquia ideal. 

Para isso, estude os ramos que vêm crescendo no mercado, pergunte-se a respeito das suas habilidades, disponibilidade de recursos financeiros e humanos, converse com franqueados, analise os contratos com calma e naturalmente a melhor decisão será tomada. 

É de extrema importância ter consciência de que, como franqueado você deverá atender as expectativas do franqueador, portanto caso não esteja apto a isso, recomendamos que reveja suas ideias.

Com a ideia concretizada, o primeiro passo é entrar em contato com a central da franquia escolhida. No entanto, não só você deve se identificar com o franqueador como ele também deve se identificar com o seu perfil.

Após o primeiro contato, torna-se válido agendar uma visita a um empreendimento já existente da mesma franquia, a fim de garantir melhor compreensão e certeza sobre a abertura do negócio.

Com os planos firmados é hora de avaliar as cláusulas existentes no contrato, e assim dar início aos primeiros passos fora do papel. Mas quais são eles?

 

“É de extrema importância ter consciência de que, como franqueado você deverá atender as expectativas do franqueador, portanto caso não esteja apto a isso, recomendamos que reveja suas ideias.”

  1. Localização da franquia

Definir a localização do novo empreendimento é o passo mais estratégico da iniciação de uma franquia. O estudo do público-alvo, dos fornecedores, concorrentes, da acessibilidade (estacionamentos, metrôs, trens próximos) e segurança da região, visibilidade na rua e custos de investimento são fatores primordiais na tomada da decisão. Não será uma tarefa fácil, porém é necessária, visto que será o primeiro passo do sucesso.

  1. Investimento inicial, custos fixos e variáveis

Com o local já definido, deverão ser calculados o investimento inicial e os custos da franquia. O marketing da empresa, a reforma necessária, o estoque inicial e as taxas de franquias são os primeiros investimentos a serem levantados.

Vale lembrar que um empreendimento possuirá diversos custos fixos como, aluguel, seguros, salário de funcionários e alguns impostos – que também devem ser listados – ainda existem os custos variáveis, como matéria-prima, embalagens e alguns impostos que variam de acordo com o nível de produção.

  1. Realização de uma viabilidade econômica

Com os investimentos, custos e receita listados, é de extrema importância a realização dessa terceira etapa, afinal será possível projetar o sucesso no papel evitando possíveis erros após abrir a franquia.

Na viabilidade, todos os custos, investimentos e demanda serão projetados a fim de tornar capaz o cálculo do retorno do capital investido, e assim o franqueado saberá quando o seu novo negócio começará a gerar lucro. Para isso é importante também, o desenvolvimento de um Fluxo de Caixa e uma DRE.

  1. Franquia concretizada

Essa é a hora em que as macro etapas já foram totalmente definidas e estruturadas, é o momento de buscar por funcionários qualificados e com características que se adequem ao seu estilo de gestão. Procure, junto a isso manter a diversidade na empresa, fator diferencial e social extremamente importante.

E aí, querem entrar para o mundo das franquias? A EJEM disponibiliza diversos serviços que se encaixam perfeitamente no empreendedorismo e criação de novos negócios. Peça pelo seu Plano de Negócios e serviço de Qualidade, para que sua franquia de sucesso alavanque e seus funcionários sejam os melhores!

Rolar para o topo